Bebida alcoólica na dieta: conheça seus impactos

Para as pessoas que estão de dieta ou buscam uma alimentação saudável, este é um assunto que sempre gera dúvidas. Se eu beber, vou engordar? Quanto posso beber? Qual a pior e a melhor bebida para consumir durante a dieta? E por aí vai.

Saiba que, sim, a bebida alcoólica na dieta causa prejuízo nos resultados, mas eles podem ser minimizados. Continue a leitura para descobrir mais sobre o assunto:

Quais as características do álcool?

O álcool é uma substância calórica que possui aproximadamente 7 calorias (cal) por mililitro (ml). Ela só não é mais calórica que a própria gordura, que tem em média 9 cal por grama.

Além disso, a caloria do álcool é considerada “vazia”, pois não nos oferece nenhum valor nutricional, ou seja, não tem vitaminas e minerais e, nem nenhuma outra substância que possa ser benéfica para o nosso organismo.

O que a ingestão do álcool provoca?

Para o nosso organismo, o álcool é considerado uma substância tóxica. Então, ao ingerirmos bebidas alcoólicas, a prioridade do nosso corpo passa a ser de eliminar a substância, e essa tarefa pode levar horas para ser concluída — algo entre 6 e 10 horas.

E qual o impacto disso para a dieta? Vejamos: o órgão responsável pela limpeza do álcool em nosso organismo é o fígado, também o responsável pela queima de gordura. Como a prioridade do organismo é eliminar a substância tóxica, e esse processo leva entre 6 e 10 horas, significa que nesse período o corpo não estará queimando gordura.

Além disso, a ação diurética da cerveja pode provocar também a desidratação, que interfere negativamente em inúmeras reações necessárias do nosso organismo, como a de eliminação de líquidos retidos, de crescimento muscular, entre outros.

Quais as bebidas mais calóricas?

A quantidade de calorias de cada bebida pode variar de fabricante para fabricante, mas, para que você possa ter uma noção das que são mais ou menos calóricas, confira os valores aproximados na relação à seguir:

  • 350 ml de cerveja: 150 calorias;
  • 125 ml de vinho branco doce: 180 calorias;
  • 125 ml de vinho branco seco: 110 calorias;
  • 125 ml de vinho rosé: 92 calorias;
  • 125 ml de vinho tinto seco: 109 calorias;
  • 125 ml de espumante: 85 calorias;
  • 20 ml de vodca: 50 calorias;
  • 100 ml de uísque: 240 calorias;
  • 30 ml de gim: 60 calorias;
  • 50 ml de rum: 109 calorias;
  • 20 ml de licor: 70 calorias;
  • 50 ml de cachaça: 121 calorias.

Então, como conciliar o álcool com a dieta?

Primeiramente tenha em mente que não existe forma de conciliar o álcool com a dieta sem que haja perda nos resultados, mas com alguns cuidados é possível contornar esta situação. Leia as dicas:

Capriche na ingestão de água

Beba-a antes, durante e depois da ingestão de bebidas alcoólicas para que os efeitos da desidratação sejam minimizados.

Prefira bebidas menos calóricas

Como já se sabe que as calorias do álcool são vazias e quais bebidas são mais calóricas, você poderá fazer escolhas mais conscientes. Outra dica é controlar a quantidade para não cometer exageros.

Opte por acompanhamentos menos calóricos

É bem comum que a bebida venha acompanhada de petiscos fritos e nada saudáveis, comprometendo ainda mais seus resultados. Fique atenta às opções e escolha alimentos mais leves.

Evite comer alimentos ricos em gordura

Você já sabe que a queima de gordura fica suspensa desde quando a bebida é ingerida. Dessa forma, toda gordura consumida nesse período será “estocada” no organismo, o que é exatamente o contrário do que desejamos. Então, reduzir a caloria ingerida nas refeições anteriores e posteriores ao consumo da bebida minimizará a quantidade de gordura que o organismo irá estocar.

Bom, esperamos ter esclarecido suas dúvidas sobre bebida alcoólica na dieta. Você gostou do que leu? Deixe um comentário para nós, queremos saber a sua opinião!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"