Aeróbico em jejum: O que é e como essa prática funciona?

A relação entre jejum e emagrecimento é controversa, principalmente quando vem associada à prática de atividade física. O treinamento do momento é o aeróbico em jejum: você sabe o que ele é e como funciona?

Para esclarecer todas as suas dúvidas sobre o assunto, confira a seguir as informações sobre o treino aeróbico em jejum que trouxemos para você!

Afinal, o que é aeróbico em jejum?

Também conhecido como aerobiose em jejum, ou AEJ, como o próprio nome indica, ele consiste na prática de atividades físicas com o estômago vazio. Prática comum principalmente entre alguns esportistas, o aeróbico em jejum é normalmente realizado antes do café da manhã como uma estratégia para acelerar o metabolismo e reduzir a gordura corporal.

 É importante destacar que as vantagens variam de um indivíduo para outro e de uma atividade aeróbica para outra; por isso, é imprescindível a indicação e acompanhamento de um profissional.

O que dizem os defensores desta prática

Segundo os defensores do exercício aeróbico em jejum, a principal vantagem dessa prática é a queima de gordura. Isso aconteceria porque, como o nível de açúcar no sangue (glicemia) fica em baixa logo após acordarmos, o organismo acabaria utilizando a gordura (ácidos graxos) como energia para a execução do treinamento.

O resultado depende da intensidade do exercício aeróbico praticado, por isso, a recomendação é que você pratique exercícios de baixa intensidade, cujo ritmo cardíaco é mantido entre 60% e 65%. Além disso, a duração dessa atividade deve ser de 30 a 45 minutos.

Essa estratégia deve ser utilizada por um período determinado de tempo, de acordo com a necessidade e condições físicas e de saúde de cada indivíduo.

O que realmente acontece 

A realização de atividade física em jejum,leva o corpo a utilizar após alguns minutos de treino, a massa magra como fonte de energia, e não mais a gordura. Assim, a perda de peso não é acompanhada por melhora de sua definição muscular e não traz benefícios significativos a sua saúde.

Além disto, o stress no qual o organismo é submetido ao ter que gastar energia para se exercitar, sem ter recebido nutrientes anteriormente, leva ao aumento na produção de hormônios como cortisol e adrenalina que então comprometem a boa função de nosso sistema imunológico.

Outra questão é que o aeróbico em jejum pode levar a um quadro de hipoglicemia, levando a episódios de tonturas e até desmaios. Por isso, essa prática estaria na lista de mitos sobre dietas.

A recomendação então seria tomar algum suplemento para evitar o desgaste muscular. Contudo, a alimentação antes da prática de atividade física, com ao menos uma fruta, suco ou outro carboidrato de médio índice glicêmico, seria o mais indicado, mas o ideal mesmo é que você consulte um nutricionista e tenha um cardápio desenvolvido de acordo com as suas necessidades.

E você, o que acha da prática do aeróbico em jejum? Deixe sua opinião aqui nos comentários!

 

 

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"